Castanhal - PA
WhatsApp

91 98146-6818

Vacina contra a dengue custará R$ 350 em clínicas de Belém - Nós Na Mídia

Cidades

03/08/2016 às 10h47 - Atualizada em 03/08/2016 às 10h47

Vacina contra a dengue custará R$ 350 em clínicas de Belém

administrador
Castanhal - PA
FONTE: O Liberal

Foto: Daniel Guimarães

A procura pela imunização contra a dengue é tão grande em Belém, que a maioria das clínicas já possui lista de espera para receber a medicação, que deve ser disponibilizada em clínicas particulares a partir desta quinta-feira, 4.

Os preços de cada dose devem variar entre R$ 300 e R$ 350. O primeiro lote tem previsão de chegada para esta quarta-feira, segundo informou o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Serviço de Saúde do Estado do Pará (Sindesspa), Breno Monteiro, na manhã de ontem. 


“Toda vez que há um surto viral e a mídia divulga a chegada de uma vacina a procura se intensifica’’, disse Breno, que também dirige uma das quatro clínicas privadas que realizam vacinação na cidade, a Vaccini. As outras três são Climep, Intervida e Prophylaxis. Todas fizeram pedidos ao fabricante e estão na expectativa de chegada do produto, registrado na Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso pediátrico e adulto, dos 9 aos 45 anos de idade. 


O anúncio da possibilidade de uso da vacina foi feito pela Anvisa no dia 25 de julho passado. Isso oficializou a comercialização da vacina Dengvaxia, a primeira desenvolvida contra a dengue no mundo, fabricada pela empresa francesa Sanofi Pasteur. No Sistema Único de Saúde (SUS) não há previsão, no entanto, de disponibilização do antívirus.


Breno também garantiu que não faltará vacina contra dengue em Belém para quem estiver disposto a pagar pela imunização. “Os pedidos são de longo prazo e de acordo com a capacidade de atendimento de cada clínica’’, observou. Ele explicou que a Vaccini, por exemplo, que tem unidades nas ruas Domingos Marreiros, no bairro do Umarizal, e Ferreira Cantão, no bairro da Campina, receberá de imediato 200 doses.


“Na medida em que formos atendendo, podemos solicitar novas remessas’’, explicou ele, frisando que a vacina é diferenciada porque cada frasco tem quantidade suficiente para imunizar cinco pessoas e isso deve ser feito no tempo máximo de 6 horas.   


A Climep solicitou mil doses da vacina, disse o médico e diretor Newton Bellesi. Ele frisou que a remessa virá fracionada, o que em sua opinião também não será problema. Ballesi explicou que os limites de idade para a vacina contra a dengue foram determinados com base principalmente nas informações de segurança da vacina, obtidas durante a realização dos estudos clínicos.


“Para crianças com menos de nove anos, o risco de complicações mais sérias ainda não foi determinado e para aqueles com mais de 45 anos de idade não há dados suficientes para garantir a segurança da imunização. O médico responsável poderá avaliar o risco/benefício de se utilizar a vacina em idades diferentes das recomendadas no texto da bula’’, afirmou. 


Ballesi, que é especialista em alergias e doenças infecciosas, explicou ainda que a vacina contra a dengue é uma vacina com vírus vivos atenuados. O esquema de vacinação consiste de três doses que devem ser administradas com intervalos de seis meses. “A proteção contra a doença será atingida após a administração do esquema completo de três doses, ou seja, um ano depois da administração da primeira dose’’, concluiu.


A Climep atende na Avenida Braz de Aguiar, no bairro de Nazaré, a clínica Intervida na Rua Dom Pedro I, no bairro do Umarizal, e a Prophylaxis na Rua Domingos Marreiros, também no Umarizal.


 

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 306 VEZES

Comentários

Veja também

Nós Na Mídia
Editoriais
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: Diego Smith